Opções
  • Imprimir

    Imprimir
  • Favoritar

    Favoritar
  • Compartilhar

    Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

ArcelorMittal Brasil obtém novas certificações ambientais

Publicado em 5/22/2019

A ArcelorMittal Brasil é a primeira produtora de aço a conseguir a Declaração Ambiental de Produtos (DAP) para Telas, Treliças, CA60 Nervurado, Arames Recozidos e Pregos. Os produtos são aplicados na construção civil e desenvolvidos nas trefilarias da empresa. Essas certificações juntam-se à DAP para vergalhões CA25 e CA50, obtida no ano passado. A declaração é emitida pelo IBU (Institut Bauen und Umwelt), órgão alemão. 

Trata-se de um documento auditado de forma independente que reúne informações sobre o ciclo de vida ambiental e os respectivos impactos dos produtos. “O diferencial da declaração  é que os clientes agora possuem transparência na informação dos impactos dos produtos da ArcelorMittal Brasil, considerando todas as fases até o fim de vida”, explica Guilherme Abreu, Gerente Geral de Sustentabilidade.

Coordenado pelo setor de Sustentabilidade da ArcelorMittal e com o apoio das áreas de Meio Ambiente, Comercial, Desenvolvimento de Produtos, Engenharia e Inovação e unidades industriais do segmento de Aços Longos, o processo do certificação para os novos produtos levou cerca de um ano e meio. A equipe de Pesquisa & Desenvolvimento de Mazières, na França, e o segmento de Aços Longos Europa – que colaboraram na obtenção da declaração para vergalhões – também deram suporte nesta iniciativa.

A importância da DAP vem aumentando ao longo dos últimos anos, seguindo uma tendência global. O documento corresponde à declaração emitida por um órgão de certificação internacional em resposta às demandas dos grandes clientes e entidades representativas do setor. É uma ação pioneira orientada para o ciclo de vida dos produtos.  “A nova DAP atesta o compromisso da ArcelorMittal em oferecer maior gestão em seu portfólio relacionada à sustentabilidade.Com o documento garantimos maior segurança sobre os dados do ciclo de vida dos aços destinados à construção, além de fortalecer o processo de venda técnica e consultiva dos nossos produtos”, aponta Antonio Paulo Pereira Filho, gerente de Desenvolvimento de Produtos e Mercado da ArcelorMittal Aços Longos. 

LEED – A tendência mundial na construção civil é a busca pela certificação LEED V4 (Leadership in Energy and Environmental Design), principal rotulagem ambiental internacional voltada para o segmento.  É uma realidade do mercado e tem sido uma cobrança constante aos fornecedores. A DAP é um diferencial a mais na escolha pelos clientes. A certificação contribuirá para aumentar a competitividade no setor de construção civil, que tem buscado entregar empreendimentos cada vez mais produtivos e sustentáveis e com menor custo. 

A ArcelorMittal, por sinal, inaugurou uma cátedra de produtividade no setor – em parceria com a USP no mês de janeiro – e planeja reforçar a importância da nova declaração ambiental. “Realizaremos algumas ações dentro da cátedra da instituição para apontar a importância do menor impacto ambiental nas obras e a adoção de soluções mais sustentáveis. As treliças e as telas, por exemplo, têm substituído os vergalhões em função de sua maior produtividade no canteiro de obras”, destaca o Gerente-Geral de Desenvolvimento de Produtos e Serviços Aços Longos Brasil, Joaquim Ayres Burrel.

Vanguarda – A ArcelorMittal Brasil é vanguardista da indústria do aço na área de sustentabilidade de seus produtos. Ela foi também a primeira fabricante de aço do país a conquistar a certificação do Rótulo Ecológico ABNT e uma das primeiras a obter o selo da Pegada de Carbono de Produtos, desenvolvido pela ABNT em parceria com a Carbon Trust, organização sem fins lucrativos sediada no Reino Unido.